Ariel e o Chefe.

Ariel demonstrará que também é um cara afiado.

De palavras afiadas.

#Ariel

Estava em meu escritório e recebi uma ligação do meu chefe. Ele estava ofegante, nervoso, tenso e queria dizer algo mas atropelava as palavras que nem um trator.

"Diga devagar criatura" eu dizia para ele enquanto ele ainda continuava a não dizer nada com nada. Desliguei o telefone. Ele ligou de volta minutos depois, mais calmo.

"O que você quer?" eu disse, de forma provocadora.

Ele respondeu: _ Os relatórios ficaram prontos?

Eu disse: _ Não. Você os solicitou para sexta de tarde, e hoje, infelizmente para você, ainda é terça.

Chefe: _ Não tem como aprontar para hoje?

Eu: _ O aumento de salário que eu pedi há três meses pode sair hoje?

Chefe: _ Já falamos sobre isso, o aumento será dado em novembro.

Eu: _ Já imaginava.

Chefe: _ Então, e meu relatório?

Eu: _ O relatório ficará pronto sexta.

Chefe: _ Você devia entender a gravidade do problema.

Eu: _ Você devia entender de prazos!

Pano rápido.

Comentários