Notícia da Bahia


O foco deste blog (se é que ele tem um hauhua) não é expor notícias, mas meu, puta que pariu, este acontecimento é bizarro. É tão trágico que chega a ser cômico, mas vamos lá.

[Eu poderia dizer que este é um momento Datena, mas como eu simplesmente tenho asco daquele 'apresentador', não vou referir a mim mesmo desta maneira].


Homem manda matar filho de 8 anos para não pagar pensão


Crime bárbaro ocorrido no povoado de Curralinhos, cidade de Macaúbas _ interior da Bahia, 682km de Salvador _ no último dia 16. O menino Samuel Jesus Costa (8 anos), foi morto por Wilton Jesus Santos (18 anos) a mando do genitor Zenilton Costa (35 anos), simplesmente porque o genitor não queria mais pagar a pensão alimentícia.

O genitor pagava uma pensão de míseros R$50,00 para o menino Samuel. O crápula, querendo livrar-se da responsabilidade do pagamento, teve a brilhante idéia de mandar matar o filho.

Para executar seu intento, ofereceu 1 mil reais para, Wilton que aceitou pois estava necessitado do dinheiro [todos estamos].

O capanga recebeu 7 reais de adiantamento para oferecer ao menino ir buscar manga, quando o garoto se afastou de uma zona segura, foi asfixiado com um cadarço. O bandido ainda cobriu a cabeça com um saco plástico e deixou o corpo 500 metros distante da vila.

O corpo do menino foi encontrado dias depois pela população, em processo de decomposição. O IML confirmou a causa mortis.

O genitor nega a participação do crime mesmo com a confissão de Wilton à policia.

Após terem sido detidos, cerca de 300 pessoas tentaram invadir a delegacia para linchar os bandidos. A polícia teve que transferi-los para outra unidade, por segurança.

Matéria completa: Minuto Sertão

Alguns pontos

1) Se fosse família rica e paulista, este caso ia virar um novo "Caso Isabela". E aí teriam aqueles babacas fazendo passeata, gente se dizendo comovida sem nunca sequer ter visto a garota. Mas não é o caso, é só gentalha do interior da Bahia.

2) Se foi realmente isto que aconteceu e forem comprovadas as acusações, eu me pergunto o que se passa pela cabeça destas pessoas. Como um cara pode achar que um plano deste daria certo e a pior parte, terminar a vida de outro ser humano para não pagar mais R$50,00 todo mês.

3) Eles provavelmente serão mortos na cadeia e aí a justiça será feita, tal como manda a lex talionis (lei de talião). Não é algo que o direito brasileiro aprove, mas...

Outro idiota, outra vida.

Comentários