O MEDO nos guia


Devemos entender uma coisa logo de cara: O medo é necessário.

Se não fosse o medo, nós seres humanos, muito provavelmente não estaríamos aqui hoje poluindo e tentando subjugar a natureza e os outros humanos =D

A sensação de medo é a que nos faz evitar uma situação de perigo ou reagir a ela.

Como nós seres humanos podemos raciocinar, temos a capacidade de antever situações, ou seja, você sente medo de uma situação ruim que não está acontecendo, mas você a imagina e, toma precauções para evitar que ela aconteça. Você não precisa ter voado de avião para ter medo, só precisa ter medo do que aconteceria se você estivesse em um. 

Outro fator do medo é o condicionamento, que é quando algum fator externo te provoca medo _ um medo que não nasceu com você, e sim foi adquirido durante suas experiências.

Nos EUA, depois dos ataques de 11 de setembro de 2001 , foi-se criado um termo para o sentimento dos estadunidenses em relação aos muçulmanos: islamophobia. Sim, medo dos muçulmanos! Este medo foi condicionado pelos ataques, e principalmente pela "administração" Bush que fez o que pode para deixar os cidadãos apavorados com os terroristas (falarei disso em outro post).

Não é preciso ler tantos livros para entendermos isso, é só pararmos para olhar ao nosso redor.

As casas das pessoas hoje em dia são um exemplo: Portões com lanças, portões fechados, muros altos com cacos de vidro, muros com cercas elétricas, cameras de vigilância, seguranças armados, portas com chave em quase todos os comodos, olho mágico nas portas, interfone (além de ser usado por ser prático, é usado por questões de segurança). Quando passamos em bairros de gente rica, podemos chamar aqueles casarões de fortalezas certamente.

O medo das construções das casas não leva só em conta o medo do roubo, leva em consideração a estrutura da casa em caso de agravações climáticas. Se você mora em uma cidade que chove muito, certamente pensará em uma casa que sofra o mínimo possível com seus impactos. Se mora em uma cidade que tem furacões mensais, bem, você é maluco, na boa!

O medo faz surgir as empresas de seguro, e faz com que as pessoas contratem seus serviços por medo de perder algo _ como o dinheiro gasto em um carro. Pense só, você paga por mês para uma empresa te comprar um carro, caso você tenha o seu roubado, ou que tenha dado perca total. E de forma cômica, as empresas anunciam estes serviços, explorando nossos medos (clique aqui para ver o comercial da Bradesco Seguros).

Sentir-se seguro é ter uma percepção que se está protegido dos perigos. A propaganda vende esta percepção ao mesmo tempo que ela também te causa medo de perder o seu bem. "Faça seguro conosco, vai que ... (da merda)? "

O medo faz pessoas com medo da solidão se casarem; o medo faz-nos estocar alimento em épocas frias; o medo faz você não comprar determinado brinquedo para seu filho "por conterem peças pequenas"; o medo nos faz evitar ruas vazias a noite e até durante o dia; o medo nos faz lavar as mãos antes de comer; o medo nos faz não comer em locais aparentemente sujos (apesar que tem gente que come); o medo nos faz criar uma senha segura; o medo nos faz falar mal de outras pessoas pelas costas (em muitos casos é simplesmente intriga); o medo não nos deixa falar em público; o medo não deixa nossos filhos saírem de casa, e se deixamos, eles tem que estar de volta antes das 22 horas; o medo faz com que não mandemos nossos superiores tomar naquele lugar; o medo começou e terminou guerras.

O medo fez, faz e fará muita coisa nesse mundo, por que ele está em nós, em nosso instinto de sobrevivência. Ele nos diz até onde podemos ir, qual a forma de atuar em determinado momento.

Ele nos guia.

Entretanto, nem sempre para o melhor caminho...

Comentários