Islândia e a democracia


Cronologia da tragédia e glória islandesa

2003: O país sofre com a pressão neoliberal (quem sofre pre$$ão?) e acaba privatizando seu sistema bancário, até então estatal;

A Islândia se torna um grande centro financeiro internacional, com grande influência de bancos ingleses e claro, estadunidenses.






2009: Protestos antes da eleições que provocam demissão do primeiro ministro e de todo governo

Lei propõe parcelamento da dívida com a Inglaterra e Holanda que era de 3,5 bilhões de Euros, que seria pago de seguinte maneira: cada família islandesa pagaria 130 euros mensais durante 15 anos.

2010: O povo toma as ruas, o presidente decide não ratificar tal lei e anuncia uma consulta popular.

Em março ocorre o referendo onde 93% votam por não pagar a dívida dos bancos!

O governo começa a preparar a punição pelos responsáveis pela crise, enquanto isso, banqueiros, sim, banqueiros (!) são mantidos sob custódia em prisões de verdade e outros fogem do país, como ratos.

[Silêncio ensurdecedor da mídia. E quando falam, não dão importância ao assunto. Claro, é um bando de revoltadinhos porque quebraram né...]

O governo decide criar uma nova constituição, a anterior, era uma mera cópia da dinamarquesa. Esta constituição tinha um diferencial, ela teria a colaboração DIRETA do povo.

25 cidadãos sem qualquer vínculo político ou partidário foram eleitos entre 522 candidatos. Candidatos estes que precisavam ser maiores de idade e terem apoio de pelo menos 30 pessoas.

2011: A Assembléia Constituinte começou a trabalhar em fevereiro de 2011 para apresentar o projeto da nova Carta Magna (Constituição), com base nas recomendações de distintas assembléias em todo o país.

Foi criado a página https://www.facebook.com/Stjornlagarad no facebook para o povo enviar suas recomendações.

2012: Dia 21 de outubro o texto da Constituição islandesa foi aprovado com 70% dos votos e deverá ser ratificado pelo parlamento.



Video 1

ISLÂNDIA 2008 - UMA REVOLUÇÃO SILENCIADA

Video 2
ISLÂNDIA (em português opá!)

Video 3
Reportagem da Record sobre a Islândia
(fala sobre o país e não sobre a crise, mas é legal)

Links
A nova constituição da Islândia - Luís Nassif

Um país estranho - Vladimir Safatle

Islândia: uma lição de democracia à Europa 'austera' - Blog do Velho Mundo

Dois terços votam a favor de nova Constituição na Islândia - (escondido no) G1

Eleitores na Islândia votam em referendo por nova Constituição - Estadão
(Não deu nenhuma importância ao acontecimento)


Comentários