A Estrela Vermelha e o Tucano

 
No post anterior falei um pouco dos prejuízos do pensamento binário, agora vou apontar outra consequência deste problema, e tem a ver com a batalha política esquerda x direita ou mais especificamente PT x PSDB.

Em 2003 o operário Luiz Inácio Lula da Silva finalmente venceu uma eleição e pela primeira vez na era democrática o país teve um partido identificado com a esquerda no poder.

O PT começou a ser duramente perseguido pela grande mídia que não suporta um partido com viés popular no poder. Não é uma questão atual, isso faz parte do comportamento de qualquer elite. Na ânsia de preservar e/ou aumentar seus privilégios, elas tentam a qualquer custo demonizar quem quer que os ameace _ exemplo disso no Brasil é a própria ditadura, onde a grande mídia aplaudiu de pé a tomada do país pelos golpistas militares e seu aliado, os EUA.

O PT assumiu o poder e de longe ameaçou os privilégios das elites. Na tal da carta aos brasileiros de 2002, Lula já havia indicado que o caminho trilhado pelo partido seria de conciliação com os mais ricos e não de rompimento. E assim tem sido feito. As empresas de comunicação continuaram recebendo suas verbas de publicidade, as grandes fortunas não foram taxadas, os bancos lucram cada vez mais _ apesar das crises.

Se houve alguma ameaça, no máximo foi ao modo de vida elitista, pois com o aumento da renda do brasileiro, os ricos passaram a ter de dividir espaço com os pobres no trânsito e nos aeroportos. A migração dos nordestinos para os estados do sul caiu consideravelmente e a economia do nordeste cresceu como nunca antes na história desse país.

Os programas sociais (Fome Zero, Bolsa Família, Prouni, Sisu, Minha Casa Minha Vida, etc) ajudaram muitos brasileiros a sair da linha da miséria e tirou o Brasil do mapa mundial da fome. O Brasil nunca tinha investido tanto nas camadas mais baixas da população.

A mídia tradicional passou a atuar como oposição ao governo federal, visto que os partidos de oposição se enfraqueceram. Mas não se enganem, não é uma guerra contra o PT. A guerra é a de sempre: as elites querendo afastar do poder qualquer um que ameace seus privilégios, seus interesses econômicos. Se o PT sair do poder amanhã, e entrar outro partido que ameace nem que por um porcento os privilégios das elites a carnificina vai continuar.

Em nome desta caça as bruxas se omite praticamente todos os atos de corrupção do PSDB e se demoniza o PT o máximo possível. Parte da população foi atingida por este sentimento anti-pt de forma tão vil, que se abraçando ao pensamento maquiavélico "O inimigo do meu inimigo é meu amigo", apoiam pessoas da pior espécie como Eduardo Cunha ou Bolsonaro. Alguns são mais malucos da cabeça e cometem o crime de apologia a ditadura militar _ se o Brasil fosse um país sério, esta gente estaria na cadeia.

Outro exemplo são os ataques histéricos de alguns paulistanos contra as ciclovias, só porque são obra do prefeito Haddad, do PT. Se fosse o Kassab que tivesse feito, dificilmente se ouviria qualquer barulho. Ou seja, mesmo que o PT faça coisas boas, se dará um jeito de dizer que não são boas o suficiente, e tudo isso por causa desta polarização.

A polarização atinge também a esquerda, que muitas vezes se cala diante dos erros do PT com medo de dar munição para a direita. Ou não apoia nada que a direita faça, mesmo que digno de elogio.

A luta fica assim: as elites, por meio da grande mídia e dos partidos de oposição, visando manter seus privilégios batem sem parar no governo, que se diz inclinado para os interesses da população; a esquerda para defender estes interesses, ao invés de agir criticamente contra o governo, muitas vezes o defende, para não deixá-lo enfraquecer de vez e ceder para o outro lado.

Com isso, é comum se ver sites e blogs defendendo o governo.

Governos tem que ser criticados o tempo todo, com verdades e não com mentiras e nenhum partido pode ser poupado. Nós não somos contribuintes, nós somos "taxpayers", pagadores de impostos, e estes impostos são para o governo reverter em serviços e infraestrutura para a população. Quando um governo faz algo bom, não faz mais que sua obrigação.

Esquerda e direita emburrecem enquanto se enfrentam, o país entra em crise política e econômica, e os de sempre lucram.

Faz um tempo atrás, eu percebi que havia uma batalha na internet entre ateus e religiosos. Os ateus estavam finalmente saindo de seus armários, estavam irritados e municiados por Dawkins, Harris, Hitchens, Maher e qualquer um que estivesse disposto a atacar a religião. Alguns religiosos viam estes ateus como raivosos, pois não entendiam o porquê tanta vontade de confronto. Alguns ateus apenas revidaram os ataques, mas outros não, foram para cima e esfregavam na cara dos religiosos cada morte das cruzadas, fatwas, inquisição, jihads e etc. E isto fez com alguns destes religiosos passassem a não gostar dos ateus.

Isto está acontecendo também no campo da justiça social, onde em casos extremos pessoas são acusadas de serem opressoras apenas por serem do mesmo grupo dos opressores. Elas não precisam nem terem feito nada, é só ser do grupo. Assim um homem é chamado de machista só por ser homem, mesmo que ele não tenha consciência do que é ser machista.

Citei estes exemplos porque isso não está acontecendo só na política. Estamos polarizando em todas as áreas da sociedade, e quando isso acontece, a empatia se vai, e quando a empatia se vai, um não quer mais ouvir o outro.

A direita tem algo a dizer e a esquerda também tem tem algo dizer. A verdade talvez não pertença só a um, ou só ao outro; talvez esteja em algum lugar entre os dois; ou longe dos dois. Mas a questão é: se quisermos investigar esta verdade, temos que ouvir os dois lados, não podemos construir muros.

O muro ideológico é o que permite a criação de muros de pedra. Acho que não queremos mais isso.


Carta Maior - 16 editoriais sobre o golpe militar de 1964

Blog do Fernando Rodrigues - TV Globo recebeu R$ 6,2 bilhões de publicidade federal com PT no Planalto

Folha de SP - Carta aos brasileiros

Exame - Os 20 maiores lucros do primeiro trimestre no Brasil

Valor - Lula e Dilma lançam site para comparar ações do PT com PSDB

New York Times - Brazil Removed From UN World Hunger Map

Manchetômetro - Lula X FHC

Tijolaço - 20 anos do dia em que Brizola venceu a Globo. O milagre em que nem a gente acreditava

Brasil 247 - Globo é acusada de crime eleitoral por edição do JN

Comentários