Sex Shop cristão


Comentando esta notícia aqui:

Evangélicos usam sex shop 'gospel' e esquentam a cama

O sexshop cristão _ mais incrivelmente, protestante, evangélico, crente _ sinceramente não é algo que me incomoda, muito pelo contrário, acho completamente saudável um casal que quer apimentar sua relação comprar artigos dessa natureza para se divertirem.

A questão aqui nem de longe é essa.

Primeiro, é um bocado estranho ver um avanço de mentalidade ou atitude de um evangélico perante a sociedade, quando ele o faz, em nome do cristianismo. Se ele sendo evangélico abrisse um sexshop, sem mencionar que o público alvo são os crentes, eu nem estaria aqui falando sobre isto, e nem a matéria do site existiria. Mas o cara fez diferente: ele fez um sexshop cujo o target são os crentes.

Os evangélicos no geral são diferentes dos católicos, são mais assíduos em seus cultos, sabem mais sobre a palavra de seu livro, são evangelizadores ativos (até em horas impróprias) e normalmente tem uma postura mais conservadora perante as transformações da sociedade. Têm o costume de citar as palavras 'capeta' e 'jesus' muitas vezes para demonstrarem a responsabilidade sobre os eventos caóticos aleatórios bons e ruins da vida cotidiana.

Os católicos são difíceis de identificar, pois a maioria deles não sabem quase nada sobre sua religião, no máximo duas ou três orações, conhecem o papa, 3 sacramentos (dos 7 existentes) e alguns jejuam na quaresma com orgulho, cortando coisas que são super essenciais em suas vidas: o suco, a coca cola, o sorvete, o chocolate, o cigarro (hmmm, cigarro não, muito difícil), a cerveja ... LOL

[Na boa, ou ficam 40 dias a pão e água para valer ou parem de frescura ¬¬ ].

Seja qual for o lado que o cristão escolha, ou seja escolhido por ele, conectá-lo a ideia do sexshop cristão, soa muito estranho para um povo que costuma se orgulhar de suas convicções morais, retidão de caráter, crença e práticas religiosas diárias.

O dono do site fez sua parte, deu uma roupagem bem vistosa e cheio de moral e bons costumes para chamar a atenção dos evangélicos, afastando inclusive elementos que poderiam desviar o caminho do fiel de sua salvação: “Não temos artigos sadomasoquistas, anais, nem homossexuais".

O dono da loja é um cara tão bom de bico, que perguntado se recebeu críticas, se saiu com essa: “São naturais do homem, até Cristo foi criticado.”

Algo que tem me maravilhado sobre os religiosos, é saber que a religião de cada um deles de fato é só pano de fundo para sustentar suas fraquezas e incertezas diante do mundo. Explico. Você raramente irá encontrar cristãos que de fato seguem as palavras da bíblia ou do padre, ou do pastor. Por menos que eles sejam convidados a utilização do intelecto, as pessoas seguem sua vida cada um pensando por si, ou agindo cada um por seu instinto.

O resultado disso é um hibridismo de crendices absurdo, onde você tem evangélicos que são iconoclastas, católicos que são politeístas e neopentecostais que são espiritas.

Esta forma de crença hibrida não é algo novo, o próprio cristianismo é resultado de várias outras crenças mais antigas (masdeísmo, mitologia greco-romana, mitologia egípcia entre outras) além das velhas disputas políticas.

Além do hibridismo, a crença se confunde dentro da própria crença. Por exemplo, ainda na reportagem, eu não sei de onde o casal tirou essa noção: "Para o casal cristão Hugo e Lorena Brandão, de 28 e 27 anos, juntos há cinco e pais de bebê de um ano, usar brinquedinhos NÃO é pecado."

Ou seja, eles mesmos criam a própria noção daquilo é certo ou errado, independentemente se estiver no livro sagrado que teoricamente deviam seguir (ainda bem que não seguem, senão o morticínio seria maior do já fora em outras épocas).

Aqui outro item essencial para a renovação dos cristãos: "Para o pastor Daniel, o tema ainda é tabu por causa de pensamentos atrasados. “Existem muitas pessoas retrógradas, que não lêem a Bíblia. O livro de Cantares mostra como deve ser uma vida a dois."

O truque aqui é simples: cria-se uma visão de mundo, imagina-se o que é certo ou errado, ou ainda, escolhe-se um determinado interesse; depois o sujeito vai na bíblia achar alguns versículos que possam apoiar sua tese. É o método manipulativo puro e simples! Com a bíblia nas mãos o sujeito pode matar, não matar, roubar, não roubar, enriquecer, escravizar... é só escolher o versículo certo!


Indústria fonográfica

Os cristãos vem caminhando para o secularismo cada dia mais, sem ao menos se darem conta disso. Estão tão mergulhados no capitalismo que aquele provérbio de ser mais fácil o camelo passar no buraco da agulha, se torna algo muto distante de sua realidade: trabalho, dinheiro e compras.

Muitas compras!

Segundo reportagem do lixo da veja - Música gospel: trinados, fé e dinheiro: "Entre vendas de discos e de DVDs e a produção de grandes festivais, o segmento movimentou em 2010 cerca de 1,5 bilhão de reais, patamar que deve crescer 33% este ano [2011], e chegar a 2 bilhões de reais, de acordo com uma pesquisa de mercado de uma gravadora do setor."

Nesta reportagem - A disputa pela liderança do mercado gospel: "Em 2010 a concorrência foi aberta quando a Sony Music começou a contratar as cantoras mais famosas da música pentecostal... Central Gospel Music, MK Music e Sony Music hoje possuem os maiores representantes da música gospel em suas gravadoras"

A Sony e a globo cara!

A galerinha dos "jesus hits" anda ganhando muita grana com música evangélica. Não preciso entrar em méritos sobre a real intenção da maioria dos artistas da cena, né?! Até nas rádios se ouve hoje em dia uma música ou outra _ é pior que pagode, funk e Luan Santana juntos lol

Literatura

O mercado de livros também é outro bem lucrativo, segundo reportagem da Isto É, Leitores de Fé: "A maioria dos best-sellers deste mercado, que vendeu 50 milhões de exemplares e gerou receita de R$ 321 milhões no último ano, transita na fronteira entre a auto ajuda e a ficção."

Os irmãos estão gastando, E, ganhando muita grana!

E aí eu pergunto: se Jesus existiu, se de fato foi o revolucionário que contam as lendas, será que ele aprovaria isso tudo? Será que ele viveria com a máfia vaticana ou estaria escondido no Paquistão lutando secretamente contra ela?

É... ficam as dúvidas para vocês cristãos.


Comentários

  1. E a coisa está ficando profissional, encontrei mais um:

    http://www.lovegospelsexshop.com.br

    Muito legal essa iniciativa, é um tipo de preconceito bobo, os casais precisam ser felizes entre quatro paredes também.

    ResponderExcluir
  2. haaha, certamente tem mais sites desses por aí o/

    ResponderExcluir

Postar um comentário